top of page
Buscar
  • Foto do escritorRenata Bomfim

INSTITUTO AMBIENTAL RELUZ PROMOVE O DIA NACIONAL DAS RPPNS, NA UFES, COM LANÇAMENTO DE LIVRO.


O dia 31 de janeiro, Dia Nacional das Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPNs), será celebrado com comunicações, mesa redonda e o lançamento do livro “RPPNs para sempre: contos encantos e desafios”. O evento acontecerá a partir das 9h no Auditório do CCHN - Centro de Ciências Humanas e Naturais, no campus de Goiabeiras da UFES - Universidade Federal do Espírito Santo. A proposta é do Instituto Ambiental Reluz (IAR), que organiza a atividade com o apoio da Confederação Nacional de RPPNs e de alguns parceiros locais, como o Programa de Extensão RELer&Fazer, do Núcleo de Estudos Letras Interartes, do Núcleo Acadêmico Poiein e de outras organizações sociais afins às políticas ambientais, culturais e educacionais.



As RPPNs no cenário das políticas públicas


A RPPN é uma categoria de unidade de conservação que demonstra o compromisso da sociedade civil com a conservação dos ecossistemas, pois é criada de forma voluntária por pessoa física ou jurídica. Além de desonerar o poder público e implicar os cidadãos na preservação, as RPPNs prestam serviços ambientais de extrema relevância para as cidades, se tornando, dessa forma, estratégicas para a manutenção e recuperação dos biomas brasileiros, em especial da Mata Atlântica onde, atualmente, estão situadas 56,4% das reservas.


“Os textos reunidos neste livro trazem os sonhos, as histórias, as conquistas e também os desafios e as angústias de pessoas que decidiram agir. Algumas baseadas no puro instinto, na mais genuína intuição sobre o quê e como fazer. Outras, pautadas por diagnósticos e análises bem fundamentadas e orientadas por metas previamente definidas em planos estratégicos. Mas, todas, sem exceção, motivadas por um aguçado senso de missão. São pessoas que arregaçaram as mangas e foram à luta. Que ousaram deixar posições confortáveis e situações de vida muitas vezes estáveis para se aventurar no mundo da conservação voluntária” (Beto Mesquita, Engenheiro florestal e autor do prefácio da obra).

O livro “RPPNs para sempre: contos, encantos e desafios” pretende desvelar um pouco do universo dos RPPNistas, além de reconhecer o valor desses cidadãos e cidadãs que não medem esforços para tornar o mundo um lugar melhor. A obra possui 460 páginas e coloca em destaque histórias de criação, singularidades, belezas naturais e desafios enfrentados pelos RPPNistas no decorrer da gestão. A edição conta com 58 relatos registrados em diferentes gêneros textuais, entre eles contos, poesias, ensaios e artigos.


No Espírito Santo, participam dessa obra três reservas: a RPPN “Pau-a-Pique”, localizada em Santa Leopoldina, que desenvolve trabalhos de educação ambiental, meliponicultura e terapias naturais; a RPPN “Águia Branca”, desenvolve variadas atividades de educação ambiental, entre eles o Festival Nacional de Meio Ambiente do Espírito Santo e está localizada em Vargem Alta, a RPPN “Reluz”, atua com educação ambiental e desenvolve projetos como o Meliponário Reluz, Reluz na Escola e Reluz na Estrada, está localizada em Marechal Floriano. O Espírito Santo conta hoje com 58 RPPNs, distribuídas em 23 municípios.


O livro: “RPPNs para sempre” apresenta depoimentos de quem vive a realidade da proteção ambiental no País


A publicação, que terá lançamento nacional, encanta e comove pela diversidade das narrativas, como a da RPPN “Não Me Deixes”, em Quixadá-CE, que remonta ao final do século XIX e pertenceu à escritora Rachel de Queiroz e a da RPPN “Parque do Zizo”, localizada em São Miguel Arcanjo-SP, criada para valorizar a memória e cuidar do legado do Zizo, Luiz Fogaça Balboni, líder revolucionário que, no ano de 1969, foi cruelmente abatido pelas forças da Ditadura.

“Preservando o Parque do Zizo, mantemos viva a luta pela democracia e justiça social, pois constitui-se num palco para performances culturais, ações de cidadania e liberdade de expressão, em perfeita harmonia com a defesa da natureza. Nossa missão é sermos cuidadores de uma área de quase 300 hectares de cobertura natural intacta, sendo uma iniciativa única no mundo que criou um santuário ecológico em homenagem a um estudante morto e torturado por uma ditadura militar!” (Vital Fogaça Balboni/ Fundador da RPPN Parque do Zizo).

O livro “RPPNs para sempre: contos, encantos e desafios” foi idealizado e produzido por representantes de diferentes estados, entre eles o Instituto Ambiental Reluz. O lançamento acontecerá em vários estados da federação e a produção será distribuída gratuitamente, no formato e-book, no site do Instituto Ambiental Reluz (www.ambientalreluz.com.br) e da Confederação Nacional de RPPNs (www.rppn.org.br).


Lançamento de livro e abertura de agenda de mobilização


O evento na UFES tem como tema a consciência ambiental e a Literatura, abordando a importância dos repertórios de leitura para o campo da “questão ambiental”. Haverá uma saudação de abertura proferida pela Presidenta do Instituto Reluz, a poeta Renata Bomfim, seguida por uma sessão de comunicações sobre "Literatura e Meio Ambiente", com a Profa. Dra. Ester Abreu Vieira de Oliveira, atual Presidenta da Academia Espírito-Santense de Letras, e pelo Prof. Dr. Francisco Aurélio Ribeiro, autor de mais de 40 livros, que fará a comunicação "Literatura infantil na Educação Ambiental". Haverá uma mesa redonda intitulada “Horizontes de retomada das políticas públicas: RPPNs, literatura e leitura", com o Prof. Dr. Orlando Lopes (RELer&Fazer/UFES e Núcleo Poiein/IFES/UFES), a Profa. Dra. Andressa Zoi Nathanailidis (NELI/UFES), o Pesquisador e Articulador Comunitário Piatan Lube Moreira, do Programa Conscientiza Piapitangui, e a Profa. Dra. Renata Bomfim (IAR/ RPPN Reluz).


Um dos principais objetivos dos organizadores é o de provocar a comunidade acadêmica a conhecer o conceito, a legislação e, principalmente, “a rede” de entidades e organizações que se dispõem a conservar, preservar e valorizar os recursos naturais no ES e no Brasil recorrendo a estratégias diversas de ação cultural, educacional e social. Além de novos lançamentos de livros e ocupações culturais, a expectativa é a de que sejam realizadas visitas de campo da comunidade acadêmica a unidades de RPPN distribuídas pelo ES e por todo o território nacional.



Lançamento:

Livro “RPPNs para sempre: contos encantos e desafios”

Dia: 31/01/2023.

Horário: 09:00.

Local: Auditório do CCHN- no prédio IC 2/ UFES, campus de Goiabeiras.

Classificação: Livre.

Inscrições: As inscrições serão feitas no local e darão direito a uma declaração de participação nas mesas de discussão.



PROGRAMAÇÃO


08:30 - Acolhida e Credenciamento

○ Inscrições

○ Divulgação do link de acesso ao e-book.

09:00 - Saudação de abertura

○ Proferida pela Presidenta do Instituto Reluz, a poeta Renata Bomfim.

09:15 - Apresentação Cultural

○ Apresentação musical com Antônio de Pádua

○ Performance com a poeta e atriz Suely Bispo

09:35 - Sessão de Comunicações

○ "Literatura e Meio Ambiente", com a Profa. Dra. Ester Abreu Vieira de Oliveira, atual Presidenta da Academia Espírito-Santense de Letras

○ "Literatura infantil na Educação Ambiental", com o Prof. Dr. Francisco Aurélio Ribeiro

10:10 - Mesa redonda “Horizontes de retomada das políticas públicas: RPPNs, literatura e leitura", com

Mediadora: Profa. Dra. Andressa Zoi Nathanailidis (NELI/UFES)

○ Profa. Dra. Renata Bomfim (Instituto Ambiental Reluz)

○ Doutorando e Articulador Comunitário Piatan Lube Moreira, do Programa Conscientiza Piapitangui

○ Prof. Dr. Orlando Lopes (RELer&Fazer/UFES e Núcleo Poiein/IFES/UFES)





99 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page