Buscar
  • Renata Bomfim

Presidente do Instituto Ambiental Reluz é homenageada na Assembleia Legislativa do Espírito Santo.



A Presidente do Instituto Ambiental Reluz recebeu na noite do dia 28 de março de 2022 a Comenda Paulo César Vinha, concedida a personalidades que atuam na valorização do meio ambiente, na defesa dos recursos naturais e nas lutas de preservação da biodiversidade. A cerimônia alusiva ao Dia Internacional da Mulher, aconteceu no Plenário Dirceu Cardoso, e homenageou capixabas que se destacam nos seus campos de atuação, prestando importantes serviços à sociedade.


O evento foi presidido pela deputada Janete de Sá e solicitado pelo deputado Luciano Machado. No evento, a deputada Janete de Sá destacou: "Apesar das conquistas obtidas ao longo dos anos, ainda temos problemas antigos que precisam ser extintos, como as desigualdades salariais, a violência sexual, o feminicídio, a baixa representatividade na política, entre outros” e que “Precisa haver uma mudança de comportamento, desde meninos e meninas, com comprometimento das famílias e auxílio das instituições, como escolas e igrejas”. O deputado Luciano Machado destacou a importância da representação feminina na política.




Foram concedidas comendas a vinte e seis mulheres, sendo que a Medalha Paulo Vinha, recebida por Renata Bomfim, por seus trabalhos e representando as mulheres que defendem o Meio Ambiente no Espírito Santo. Na ocasião, os diretores do Instituto Ambiental Reluz entregaram à deputada Janete de Sá o certificado de Amiga da Mata Atlântica.


O ambientalista Paulo Cesar Vinha foi assassinado em 1993, por lutar contra a extração de areia na restinga, em uma área que possui lagoas, praias, costão rochoso, dunas, planícies alagadas, vegetação de restinga, além de abrigar espécies ameaçadas de extinção. Essa área hoje chama-se Parque Estadual Paulo César Vinha.

4 visualizações0 comentário